© 2018 Voltaire Educacional

REVISTA

/ Normas de Publicação

Normas de Publicação

Os textos para publicação deverão ser inéditos e para publicação exclusiva. Roga-se aos autores o compromisso de não publicação em outras revistas e periódicos.

Os trabalhos deverão ser redigidos em formato Word, fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12, espaçamento entrelinhas de 1,5. Os parágrafos devem ser justificados. O tamanho do papel deve ser A4 e as margens utilizadas idênticas de 3cm. Número médio de 10/20 laudas.

Os textos devem ser revisados, além de terem sua linguagem adequada a uma publicação editorial científica.

Os originais dos artigos devem ser apresentados de forma completa, dentro da seguinte estrutura:

a) título do artigo

b)  nome do autor

c) foto do autor

d) qualificação /afiliação

e) resumo do artigo (100 até 250 palavras)

f) palavras-chave (indicação de no mínimo três e máximo cinco palavras-chave, separadas por ponto e vírgula)

g) texto do artigo estruturado de acordo com a ABNT e conforme orientações do professor orientador

h) referências (de acordo com a ABNT)

Recomenda-se que todo destaque que se queira dar ao texto seja feito com o uso de itálico, evitando-se o negrito e o sublinhado.

As citações (palavras, expressões, períodos) deverão ser cuidadosamente conferidas pelos autores; as citações textuais longas (mais de três linhas) devem constituir um parágrafo independente, com recuo esquerdo de 4 cm (alinhamento justificado), utilizando-se espaçamento entrelinhas simples e tamanho da fonte 10; as citações textuais curtas (de até três linhas) devem ser inseridas no texto, entre aspas e sem itálico. As expressões em língua estrangeira deverão ser padronizadas, destacando-as em itálico. O uso e op. cit., ibideme idem nas notas bibliográficas deve ser evitado, substituindo-se pelo nome da obra por extenso ou abreviada. 

 

Textos com excesso de citações serão devolvidos para revisão do autor.

A publicação dos artigos submete-se ao procedimento de avaliação realizada pelos Editores Acadêmicos responsáveis no que ser relaciona a adequação do artigo, linha editorial e normas de publicação da revista.

Não serão devidos direitos autorais ou qualquer outra remuneração pela publicação dos trabalhos aos autores.

As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Eventuais dúvidas poderão ser aclaradas pelo e-mail: <revista@faetel.edu.br>.

 

Declaração de Direito Autoral – Termo de Responsabilidade

Não serão devidos direitos autorais ou qualquer outra remuneração pela publicação dos trabalhos. O autor terá acesso ao exemplar da revista com a publicação do seu texto online no site https://www.faetel.edu.br/revista

 

Referências Bibliográficas

As referências bibliográficas devem ser dispostas conforme a ABNT. Devem ser citados todos os autores mencionados no texto.

 

Figuras, tabelas, gráficos

Tabelas, fotografias, gráficos e figuras. Devem ser apresentados apenas quando necessários, para a efetiva compreensão do texto e dos dados, totalizando no MÁXIMO TRÊS, informando a Fonte.

a) As figuras devem ser originais e de boa qualidade. As letras e símbolos devem estar na legenda, seguidos da Fonte.

b) As legendas das figuras e tabelas devem permitir sua perfeita compreensão, independente do texto.

 

Abreviações / Nomenclatura

O uso de abreviações deve ser mínimo. Quando expressões extensas precisam ser repetidas, recomenda-se que suas iniciais maiúsculas as substituam após a primeira menção. Esta deve ser seguida das iniciais entre parênteses. Todas as abreviações em tabelas e figuras devem ser definidas nas respectivas legendas.

   

 

ESTRUTURA DO ARTIGO

     INSTRUÇÕES GERAIS

O texto deverá ter o mínimo de 10 e o máximo de 20 laudas (incluindo as referências bibliográficas, anexos e/ou apêndices), e obedecer aos seguintes parâmetros de redação: Word for Windows, em papel tamanho A4 (21 cm x 29,7 cm), com margens esquerda e superior de 3 cm e com margens direita e inferior de 2,0 cm, em fonte Times New Roman ou Arial, tamanho 12, com espaçamento 1,5 entre as linhas no corpo do texto.

 

 

A ELABORAÇÃO DO ARTIGO

• TÍTULO

O título deverá ser criativo, original e expressar objetivamente a essência do trabalho. O subtítulo é opcional, devendo ser utilizado somente quando for necessário complementar o título apresentado.  

• RESUMO  

O RESUMO não é a introdução do artigo, mas sim uma apresentação sumária da sua totalidade, na qual se procura destacar os aspectos abordados. Deve ser discursivo, e não apenas uma lista dos tópicos que o artigo aborda. Não se devem citar referências bibliográficas nessa parte. Assim, o resumo tem a finalidade de apresentar, de forma resumida e sequencial, os pontos relevantes do artigo científico, ou seja, o(s) objetivo(s) da pesquisa realizada, a metodologia e os instrumentos de coleta de dados, o local e a população alvo envolvidos na pesquisa e os principais resultados alcançados.

Deverá ser escrito em parágrafo único, mínimo 100 palavras e máximo 250 palavras.    

• PALAVRAS-CHAVE  

De 3 (três) a 5 (cinco) Palavras ou expressões as quais são as mais recorrentes no texto e que caracterizam o tema.  

• INTRODUÇÃO  

A introdução do artigo deve ser clara e objetiva, no entanto, é preciso trazer implicitamente a justificativa do trabalho abordando “o quê se fez”, “como se fez” e o “porque o fez”.  Na introdução, é onde se situa o leitor acerca do tema estudado, por isso, deve haver ali, uma visão global do estudo. Como sugestão, poderá seguir esse esquema facilitador para estruturação dos parágrafos na introdução:   

1º PARÁGRAFO DA INTRODUÇÃO:  Apresente informações sobre o tema, aproveitando para justificar a escolha e importância do mesmo, bem como, o que te motivou a estudá-lo. Não esqueça que o problema detectado é um dos fatores motivadores;  

2º PARÁGRAFO DA INTRODUÇÃO:  Explique quais são seus objetivos, gerais e específicos, quanto à realização do trabalho.  

3º PARÁGRAFO DA INTRODUÇÃO:  De forma sucinta e sequencial, mostre ao leitor os conteúdos que serão apresentados. Por exemplo: O presente trabalho iniciará com um resgate histórico da ________________, bem como, abordará discussões acerca de ____________________.  Por fim, faça um breve fechamento da introdução, incitando o leitor a adentrar no texto.  Em suma, a introdução apresenta e delimita a dúvida investigada (problema de estudo – o quê?), os objetivos (para que serviu o estudo?), a justificativa (por que a pesquisa foi realizada sobre esse problema de estudo?). 

  

• DESENVOLVIMENTO  

No desenvolvimento, o autor (acadêmico) deve expor e discutir as teorias que foram utilizadas para entender e esclarecer o problema, apresentando-as e relacionando-as com a dúvida investigada; apresentar as demonstrações dos argumentos teóricos e/ou dos resultados que as sustentam. O corpo do artigo pode ser dividido em itens, se essa divisão for necessária ao desenvolvimento do estudo e à compreensão de suas subdivisões.  É importante expor os argumentos de forma explicativa ou discursiva. Fazendo assim, o autor do artigo (acadêmico) demonstra ter conhecimento da literatura básica e do assunto tratado.  É necessário analisar as informações publicadas sobre o tema até o momento da redação final do trabalho.  O desenvolvimento exige atenção e dedicação especial, pois é a parte mais importante do trabalho. É onde você irá expor em ordem lógica e coerente, as ideias sobre o tema e a argumentação teórica dos autores utilizados, com as devidas citações diretas e indiretas.  É importante que o referencial teórico utilizado seja adequado ao tema de estudo e que esteja atualizado. Além disso, deve-se utilizar corretamente a terminologia técnica e conceitual que o tema investigado exige e para tal, a bibliografia citada deve ser explorada com qualidade e suficiência. É o momento onde o autor do artigo irá discutir teoricamente com o(s) pensador (es) que já escreveram sobre a temática trabalhada.  Na escrita é preciso demonstrar conhecimento profundo acerca da literatura que versa sobre o tema e apresentar, devidamente, as fontes sobre as informações utilizadas.  

 

• CONSIDERAÇÕES FINAIS  

As Considerações Finais indicará a parte em que o acadêmico apresentará se o problema de estudo foi contemplado, bem como as descobertas do texto, evidenciando com clareza e objetividade as deduções extraídas dos resultados obtidos ou apontadas ao longo da discussão do assunto.  Nesta parte do artigo são relacionadas às diversas ideias desenvolvidas ao longo do trabalho, num processo de síntese dos principais resultados, com os comentários do autor (acadêmico) e as contribuições trazidas a partir do estudo. 

Cabe ainda lembrar que a conclusão representa um fechamento do trabalho estudado, por isso, que nessa seção não se permite a inclusão de dados novos, além dos que já foram apresentados no desenvolvimento. 

     

• REFERÊNCIAS  

As Referências Bibliográficas consistem no conjunto de fontes citadas pelos acadêmicos no decorrer da redação do artigo científico. Os materiais que foram utilizados somente como consulta, mas que não foram citados de maneira direta ou indireta no artigo, não deve constar nas referências bibliográficas. Trata-se de uma listagem dos livros, capítulos de livros, artigos, legislações e outros materiais, tanto impressos como virtuais e digitais utilizados na redação do artigo, apresentados em ordem alfabética a partir do sobrenome dos autores.  

· CITAÇÕES

Citação é a menção, no texto, de uma informação retirada de outra fonte, com a finalidade de dar embasamento à argumentação. A citação deve ser usada com seriedade, como forma de enriquecer o texto, fundamentando-o ou esclarecendo-o.  

CITAÇÃO DIRETA OU TEXTUAL – são as transcrições que reproduzem literalmente as próprias palavras do autor, respeitando-se todas as características formais, concernentes à redação, ortografia e pontuação. 

 A citação deve ser transcrita com indicação obrigatória da (s) página (s) e referência à fonte.

a) citação curta (até três linhas), esta vem incorporada  ao parágrafo, entre aspas duplas, sem itálico. 

b) Exemplo: 

Oliveira (1998, p.225) afirma que “os protídeos são os aminoácidos naturais       que primitivamente eram chamados de proteínas”.  

     b) citação longa (com mais de 3 linhas): deve ser inserida em um parágrafo distinto, sem aspas, com recuo de 4 cm da margem esquerda, digitada em fonte tamanho 11, com espaçamento simples.  

Afastar o trecho citado da margem esquerda da página 4 cm 

(Formatar/parágrafo/esquerdo 4 cm)

Exemplo:  

 As diferenças físicas ou um desenvolvimento perceptivo diferente ocasionam, frequentemente, a exclusão do belo, saudável e autônomo, ou seja, a diferença é caracterizada pelo fato de não pertencer aos parâmetros de normalidade constituídos pela sociedade.  No entanto, a pessoa com deficiência é capaz de usufruir uma vida plena, desde que sejam feitas as adaptações necessárias (DIEHL, 2008, p. 21).   

 

 

 CITAÇÃO INDIRETA 

 Ocorre quando se redige o texto baseando-se em trechos de outro autor, sem usar as palavras do texto original.  

Exemplo: Segundo Driusso e Chiarello (2007), para que o fisioterapeuta conheça melhor o idoso, é fundamental que ele colete algumas informações, como idade, sexo, cor ou raça, profissão e ocupação, pois são dados primordiais para o processo de investigação e triagem da doença.   

CITAÇÃO DE CITAÇÃO 

Nem sempre é possível o acesso ao documento original. 

Nesse caso, pode-se reproduzir informação já citada por outros autores, utilizando a expressão latina apud (citado por, conforme, segundo) 

Exemplo:

Segundo Cunha (1995, apud SHIGUNOV & NASCIMENTO, 2002), prática pedagógica é o cotidiano do professor na preparação do ensino.   

 

REFERÊNCIAS 

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6022: Informação e documentação – Artigo em publicação periódica científica impressa - Apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2003. 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: Referências – elaboração. Rio de Janeiro: ABNT, 2002. 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6024: Numeração progressiva das seções de um documento. Rio de Janeiro: ABNT, 2003. 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: Resumo – apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2003.

 

RECOMENDAMOS TAMBÉM A LEITURA DAS NORMAS TÉCNICAS DA ABNT CASO OCORRAM EXCEPCIONALIDADES.

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Citações em documentos – apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2002. 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: Trabalhos acadêmicos – apresentação. 2. ed. Rio de Janeiro: ABNT, 2005.

MARTINS JÚNIOR, Joaquim.  Como escrever trabalhos de conclusão  de  curso: instruções para planejar e montar, desenvolver. Concluir, redigir e apresentar trabalhos monográficos e artigos. Petrópolis: Vozes, 2008. 

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 21. ed. São Paulo: Cortez, 2000.